19 de julho de 2016

E quem diz Pokemóns, diz outro assunto qualquer

A Polícia de Segurança Pública publicou um manual no Facebook para ajudar os jogadores de Pokémon GO a caçar










8 comentários:

  1. Já tinha visto no FB. É rir para não chorar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu prefiro rir, claro.

      E fazer minhas as palavras da PSP "Boa sorte nas vossas caçadas", aos caçadores cibernéticos de seja lá o que for.

      Eliminar
  2. Que Deus me reserve muitos mais anos de vida que é para eu poder ver o que mais se irá inventar, isto está a tomar proporções abismais :D Sabias que também já há no OLX taxistas a oferecer serviços a 20€ à hora para levar os Caçadores Pokemonianos à caça?! Está tudo louco!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Farto-me de dizer que andam a fazer experiências com o pessoal, a largar nuvens de drogas na atmosfera.
      Ninguém me acredita.

      Imagina um gatuno a entrar em propriedade alheia, com um ar muito inocente: "posso entrar, sff? estou a caçar pokémons ... "

      Um nicho pra muito mercado.

      Eliminar
  3. Nem eu nem pai macaco aderimos mas tenho de admitir que aquilo pode ter uma certa vantagem. Ontem tínhamos um recado lá no grupo de teatro que precisavam de ajuda para ir carregar o cenário da última peça que fizemos. Pai macaco, deixou também o seu recado por baixo: "Amanhã não posso, vou caçar pokemons."
    Quem é que tem argumento para isto? :DDD

    ResponderEliminar
  4. Não é uma tristeza a PSP vir lançar alertas destes a propósito de um jogo? Estas não são regras básicas de segurança que o próprio bom senso de cada um há muito deveria ter adoptado? Atenção que não estou contra o jogo, se bem usado até pode ser muito útil, pelo menos põe as pessoas na rua, tira-as do sofá e da televisão. Mas estas regras de segurança não são os mínimos que casa pessoa tem que observar no dia a dia? Como tu dizes e muito bem, quem diz pokemons, diz outra coisa qualquer. Das duas, uma: ou as pessoas já estão tão parvinhas que a PSP acaba por ter que fazer estas figuras ridículas ou a PSP é que perdeu a noção do ridículo.
    Não sei qual é mais triste.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não concordo.
      Enquanto polícia de segurança publica, a entidade tem o dever de avisar, alertar e aconselhar - ou, justamente, apelar ao bom senso - do cidadão, muito em particular em situações de "febre" como a referida, reiterando o que já se sabe ou devia saber-se. É sua função.

      Por essa ordem de ideias não teriamos os constantes avisos sobre outras tantas situações, que mesmo sendo de senso comum, continuam a parecer que não são*, né? O senso comum é facilmente esquecido quando em ondas de empolgamento colectivo, como é o caso, sobretudo se considerarmos que este incide nas camadas mais jovens, logo, menos dadas a sensos comuns.

      *(Toda a gente sabe que "se beber, não conduza", por exemplo, e no entanto continuam a acontecer acidentes por esse motivo..)

      Eliminar