20 de junho de 2018

Não posso ver jogos de futebol

Muito menos aqueles em que a nossa selecção participa, sendo que  mesmo em qualquer outro em que a se me assome o inevitável favoritsmo, acontece o mesmo: Perde. Seguramente. A comprova-lo, o acontecido no passado jogo Portugal Mai Lindo / Espanha Belhéque, em que estavamos a ganhar, eu sabia porque ouvia os meus vizinhos, vou lá ver, toda entusiasmada, e cabum! golo de Espanha. Fumei 3 cigarros, furiosa, antes de me lembrar da minha malapata com estas cenas e mudar de canal. Acabadinha de entrar na Fox Crime, cabum! de novo, marcámos nós. Olé. 
Maneiras que, aqui toda roída por não poder acompanhar Portugal/Marrocos, resolvi perder tempo com (mais) ninharias, e fui ver das visualizações a este blog. Assim, é com todo o gosto e alegria que informo faltarem-me somente  cerca de 3.750.000 delas, pra que atinja o glorioso número dos 4.000.000, eu anunciá-lo - quiçá no meu 100º aniversário, porque festa é festa - e desta forma dar azo a muita converseta-cocó sobre como não tenho nada que o fazer, que vangloriar-me das minhas vitórias é feio,  nananana, mimimimi, nónónónó e o escambal, ou seja, provir o alheio de material q.b. para uns quantos posts. De merda.  


(Daqui a beca sou capaz de me lembrar d'outra dádiva ao Mundo. Cabrões dos nervos, porra pró jogo que nunca mais acaba e ainda a Copa vai no princípio). 




Sem comentários:

Enviar um comentário