9 de maio de 2018

Estive há pouco pela 1ª vez a ouvir as escutas e interrogatórios a José Sócrates na Operação Marquês

e para já tenho 2 coisas que considero de alto teor reclamatório a registar: 

1º -  Porra! Custava alguma coisa terem-me dito que que aquilo é de uma concorrência feroz a qualquer série da Netflix?? 

Vi um vídeo assim ao calhas, à laia de trailer - qu'eu cá não vou em tretas  de me pôr a ver cenas só porque o protagonista é este ou aquele, 'sséquerabom -, mas tive que o largar porque uma pessoa tem afazeres, né, as camas não se fazem sozinhas nem o bacalhau se demolha por conta própria. Contudo e pra já,  estou aqui empolgadíssima, um molho confusa, mas acima de tudo chateada por não ter um amigo a quem eu possa mandar mensagens a requisitar "massa", a quem eu possa dizer "olá querido, estás tão bonito, estou a ver-te na TV agora, olha, preciso de massa, pode ser? Desculpa e bjs". Assim na boa, sabendo de antemão que a resposta seria algo como "Ora pois'tá claro 'môri, quanto e pra que conta?", ter alguém a quem eu possa ligar dizendo que há ali um imóvel, pá prontes, num sítio uma beca nhéque, que custa .. olha agora já não sei se são 2 ou 3 milhões, mas é por aí, uma merda um bocado cara, sim, mas... qués ir ver..?, e ainda por cima chamar "buraco" ao desgraçado, se o triste se atrever a dizer-me que não, não qué.



2º - QUE CARALHO DE EX-MULHER, QUANDO CONFRONTADA PELO SEU EX PRA IR VER AS OBRAS DA PUTA DA MANSÃO PRA ONDE ELA IRÁ VIVER, LHE DIZ: 

- Ai não... acho que o dono é que tem que ir...


 O don... 

...é que tem...

....

....


REALLY??



(Nem sei se veja mais daquilo hoje, ou se continue somente quando estiver com os chakras devidamente realinhados).

Sem comentários:

Enviar um comentário