3 de agosto de 2016

Tem que ser uma coisa a correr, que o nadador-salvador está quase a acabar a bucha

e preciso de voltar aos braços de Poseidon, a fim de tentar ser resgatada pelo Tóny, aquela viga de quase 2 metros de altura. (Ando nisto há 3 dias, mas há sempre um idoso ou um puto a meterem-se entre mim e ele. Ontem quase que consegui, ia a começar a esbracejar e etc, mas eis que alguém foi picado por um não sei quê, e lá foi Tóny em seu socorro, bardamerda pra isto tudo, que está aqui uma gaja de 1,65mt praticamente pra todos os lados, a proteger-se de olhares de lascívia, promessas de amor eterno e pior, de piropos- que ainda por cima são contra a Lei e tudo- sabem só os deuses a quanto custo,  e nunca mais). Bom, continuando, dizia eu que se me impôs aqui uma rapidinha neste espaço,  pra esclarecer  os homo sapiens que eventualmente possam ter sido definidos por mim como "paneleiros", no sentido de que, no meu jargão, isso não significa que lhes esteja a dizer que são gays - até porque nem acho que ser-se gay seja mau, maneiras que nem percebo a confusão, mas hey - aqui estou pra esclarecer que nada disso, nada disso, nada disso, e passar a explicar. Então é assim: 
 Um gay, é simplesmente uma pessoa que opta por parceiros do mesmo sexo. Certo? 
Já um paneleiro, é um  gajo que :

1º-Pensa ter a sua sexualidade bem definida, sendo gay ou hetero, mas que a vê ali posta em causa por terceiros,  se ofende e traumatiza quando lhe chamam aquilo (como que a comprovar, vistas bem as coisas, que é aquilo mesmo e mai coisa nenhuma, uma vez que associa de imediato o termo, à sua opção sexual). "Não sou paneleiro, tenho filho(a)s!", diz normalmente o estúpido da merda, como se um gay  não os pudesse ter. 

2º-Por norma um paneleiro fica ali a remoer a cena, cheio d'afrontamentos. E remói e remói e remói, aquela treta não lhe sai da cabeça.Calhando, até dá festinhas ao pénis todos os dias, e pede-lhe desculpas pelas dúvidas que ele acha serem só as alheias, não sei.  Um paneleiro não esquece. E se não esquece, é só porque alguém lhe implantou a dúvida. Simples.   

3º -Um paneleiro também se identifica pelas amizades que tem. Ao contrário dos gays e dos hetero que não são paneleiros e escolhem os amigos por afinidades lá das suas preferências, um paneleiro puro e duro (salve seja), escolhe-as por afinidades com a estupidez, pura e dura. É um facto. No há paneleiro que não tenha uma amiga merdosa, outro facto, nem paneleiro que não interfira em cenas de gaja, mesmo estando perfeitamente ciente que não tem peito prás gajas que peita, facto derradeiro.  

Posto isto e expectante de ter convenientemente esclarecido hipotéticos inconformados, termino com um conselho, que é o seguinte; 
-Fio(s), se de cada vez que me chamaram puta - por exemplo - eu tivesse feito esse escarcéu desgraçado, isso só quereria dizer 2 coisas: ou que sou ... ou que sou. Né

Vá, cá joca à Isa. Fiquem bem. Relaxem. Desestressem. Distorçam. Mas pró lado contrário:))

Seu(s) paneleiro(s). 






           

Sem comentários:

Enviar um comentário