1 de abril de 2016

Diz que diz

Soube de uma blogger queixosa que desabafou lá no seu coiso, dizendo ter recebido mails com "ameaças de morte" durante todo o santo dia de ontem, de alguém de quem nunca ouvira falar antes. Achei péssimo. Terrível, até. Demoníaco,mesmo, se se quiser perder mais tempo nesta merda. De uma falta de nível atroz, pronto, para se fechar de uma vez e a chave de ouro a secção explanatória do que uma atitude daquelas suscita em pessoas boa onda, sensuais, do Bem e da Luz, assim como eu. 
Ora, lá que se ameace alguém de desosse, hey, caramba, pô, 'tão, ainda é comó outro, né? Percebe-se, aceita-se, é ir-se ao bairro da Cruz Vermelha qu'isso é o pão nosso de cada dia, um gajo levanta-se, espreguiça-se, vê que tem ali ainda uns minutinhos antes do pequeno almoço/lavar os dentes/ ir acorrer trabalhar a roubar carros, e aproveita pra ir desossar o parceiro, pois que tinha aquilo prometido desde o dia anterior, é papoilo de palavra, o prometido é devido, não sabe a que horas vem pra jantar e assim tira logo aquilo da cabeça. Pronto, 'tá feito, ufa, chichi e ala que já se faz tarde. Óbvio que há sempre os do contra, os parvalhões que nunca colaboram com nada, os esquisitinhos de nariz empinado, os ai não me toquem que não sei quê, os nhãnhãnhãnhã, mas depois, lá está, também há a contrapartida, aquele pessoal assim mais empreendedor, os que veem a merda e perguntam "qué do cavalo, paizinho?", pessoal cheio de boa vontade, dinâmico, os que realmente levam este ou outro País qualquer prá frente, e que destas situações sacam uns eventos engraçado, elevam a coisa a todo um outro patamar, e de repente, o pequeno fica enorme. Assim sim, assim vale a pena ameaçar-se alguém.

Agora cá "ameaças de morte" ao bibelot em questão,  é que ehhh lá! Alto aí e pára o baile! Parou tudo - isso mesmo, tudo aí estático a olhar prá tia Isa - que era só o que faltava pás! É verem menos comunicados Jihads, qué lá isto?? Menos, ok? MEN-OS! Nada de extremismos, calma aí com os horses, nem tanto ao mar nem tanto à terra, fogo, mas 'tá tudo parvo ó quê?! Cambada de insensíveis sem a menor consideração pelo próximo, corta-tusas, desumanos! Frios! Para com quem a adoptou como circo, sendo que até já tem a porra dos bilhetes comprados e tudo. Mas vou ter que me chatear, é?! 
Mau! Mau Maria!

Dasse!


Qué que vou ler amanhã...?? Que os AC/DC já não vêm cá,querem ver?!

Olhágora...

Pronto ... destroçar! Ide(vos)! E devolvam-me os amasso (vos)!
Que já me enervaram pra pelo menos 1 mês inteirinho. 
Tst! 



  

75 comentários:

  1. https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/2a/6c/53/2a6c534f23ce0cd56be5c7b7d6b64959.jpg

    ResponderEliminar
  2. Acho que estás a ser injusta.
    Acho perfeitamente normal alguém querer desossar outra sem que com isso lhe cause a morte.

    Conheço uma blogger que é invertebrada e está viva.

    Devias pensar antes de fazeres estas merdas destes posts.

    ResponderEliminar
  3. Invertebrada e descerebrada, se é que estamos a falar da mesma pessoa. Pronto, estamos!
    Foi essa que recebeu as ameaças de morte?

    ResponderEliminar

  4. Ó Be, parece que agora já foram só ameaças (detesto gente indecisa por isto mesmo, põem o pessoal num desassossego, vai uma pessoa toda feita prá manobra de Heimlich e afinal aquilo é
    só um ataque de tosse), sem a parte da "morte". Daqui a beca, às tantas, já eram elogios ou palmadinhas nas costas, a gaja é que como está sempre na retranca, estranhou. Nunca se sabe.

    Mas sim, é a palhacinha do costume, o meu bibelot de psiché, a orca e permanente estado de queixume.






    Filipa, tens a certeza que esta viva? É que desde que apareceu o Dead Man Walking, tenho cá as minhas dúvidas. E medos. Muitos.






    Mirone, é capaz... é capaz... Ou selectiva. Porque aquilo nota-se bem que deve ser pelo menos aí meia tonelada de critérios. Olé.

    ResponderEliminar
  5. Olá. Mais um blog, que se alimenta do meu... Enfim, não presto mas sirvo de inspiração. Ora bem, ameaças, estou-me nas tintas para quem ladra atrás de um monitor, serve para o gajo de ontem, para mim, para ti e para quem mais falar de mim sem me conhecer.
    Porque se há coisa que eu tenho a certeza é que nunca pus um leitor do meu blog contra quem não gosta de mim. Se o dito cujo senhor se S. Marcos, Sintra quiser aparecer, ele sabe onde o vou esperar, mas como não respondeu, acho que se acobardou e a vida... continua... Bom fim de semana para todas e continua Isa e Filipa a fazerem post e post seguidos sobre em "sarcastic mode", qualquer dia ninguém vos atura, não sabem fazer um post com a vossa imaginação? Lamento. BE, em momento algum, descriminei a condição do teu filho mas não te alongues em rebanhos a falar mal de mim sem me conheceres, ok "mãe macaca"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa-me cá responder rápido antes que apagues!

      Eu não sei. Preciso de ti para manter um blog que no meio de milhares de visitas diárias, não tenho nem um punheteiro.
      É o meu sonho: ter gajos porcos a bajular-me, por isso copio-te, entendes?
      Não leves a mal e continua para que eu também possa continuar.

      Tenho a certeza que a "mãe macaca" vai ficar em ânsias de te conhecer. Be, o que dizes? Eu ia nessa, pá, só naquela.

      Aqui quem ladra és tu, não sabes fazer diferente, mas é um béu béu baixinho, não incomoda, só diverte, sobretudo porque espumas de cada vez que achas que falamos de ti.
      É que gente de merda, daquela preocupadíssima com a eventualidade de existir quem coloque sei lá quem contra ela, se esquece que ameaça, chama outras pessoas à conversa, larga gosma nojenta por toda a bloga, há em todo o lado, não tenho culpa que te identifiques.
      Estudasses outra merda qualquer, que está visto que os teus estudo são-te tão úteis quanto as tuas banhas.

      O "senhor da S.Marcos, Sintra" deve ter ficado cá com um medo de ti que upa, upa. Calhando ainda não recebeu, foi o que foi.

      Trata-te, pá.

      Eliminar
    2. Já te disse lá no antro em que escreves, que se tivesses tido uma mãe macaca, talvez fosses mais educada e menos amarga. Essas alucinações que só vês na tua cabeça, as coisas que dizes e contradizes não fazem de ti a pessoa que julgas que és, não vales um chavelho. Atiras em todas as direcções mas acertas sempre no teu próprio pé.
      Volta lá para o teu buraco, faz os teus diálogos surdos-mudos com os teus amigos imaginários que esta é toda a atenção que terás da minha parte.

      Eliminar
    3. A mãe dela é pior do que os macacos, Be.
      Cagou-a e depois foi à vida dela. Foi o melhor que fez.

      Eliminar
    4. ahahahahahahaha ...

      "Porque se há coisa que eu tenho a certeza é que nunca pus um leitor do meu blog contra quem não gosta de mim."
      Gaja, mas lá que tentaste, tentaste, né? Que aquilo era e são uns atrás dos outros, "olhem pra elas que tratam tão mal a eu", a ver se pegava, né?
      Naaaa. Lá agora.

      "Se o dito cujo senhor se S. Marcos, Sintra quiser aparecer, ele sabe onde o vou esperar, mas como não respondeu, acho que se acobardou e a vida... continua..."

      Oi?? Será que temos novo Movimento à vista??


      Ó bichana, pá, se há coisa que não nos falta é imaginação, caralho. Até seria pecado desperdiçar-te enquanto fonte disto tudo, que se formos a ver bem as coisas, assim mesmo à lupa, não serves mesmo pra mai nada. Maneiras que havias era de não ser uma ingrata armada em conas, e já agradecias ao pessoal por te ter feito útil. Transformamos as tuas patacoadas em material de 1ªs águas, emendamos-te os erros ortográficos, caray, e ensinam-te o b-a-ba sobre cremes, para que possas pelo menos fingir que quando fazes de esteticista, tens as noções mínimas do que estás a fazer.

      Tu baza é masé daqui, mona que à tua conta já tenho que arejar o espaço, abrir janelas e o escambal. Não queres não queres, mas não há punzinho que se dê de que não tomes conhecimento e venhas participar, como se alguém te tivesse chamado, ou desse importância à merda que escreves.

      Eliminar
  6. Bichana o caralho ok?
    já agora foi o teu amigo Ricardo Grassa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ok, pronto, Bichana não pode ser... Então, ´xa cá pensar... puta. Puta, serve?

      ( andas a ficar muito exigente)

      Foi o meu amigo Ricardo Grassa? Ai sim? Olha, fez ele muito bem. É realmente meu amigo e deves estar cheia de sorte se ele te deixou sossegada, hã? Que aquilo é nino pra infernizar a vida a qualquer merdas que se arme aos cucos, dia após dia e sem término anunciado. E depois é um gajo como deve ser, na medida em que se apresenta com o seu nome, não anda aqui a inventar nicks da merda pra ir dizer de sua sentença seja lá onde for.


      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Mas calou-se, ameaçou, pensa que me ofendeu e eu tenho a cara dele, , ele a minha não tem... Enfim, ele deu-se um bocadinho mal, desafio-o: se não gosta de mim viva, que me venha matar! além do mais chamou vegetal a uma árvore...

      Eliminar
    4. "eu tenho a cara dele, , ele a minha não tem"

      Dizes tu, claro.

      Eliminar
    5. olha, a demente a da tua mãe está pior? deve estar né'

      Eliminar
    6. Se me dirigisses esse comentário, nem meia hora depois, estava à porta da tua casa.

      Eliminar
    7. Ou então publicava-a no meu blog como "casa de putas a visitar mas com cautela, as doenças, tal como as bruxas, andam aí".
      Logo via.

      Eliminar
    8. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    9. Poesia, isto é comigo, Filipa, anda, eu nem em casa estou, mas anda lá... diz um local e hora!

      Eliminar
    10. Doente és tu pá, és doida mataste o teu pai e nem assim mudas!

      Eliminar
    11. AHAHAHAHAHHAHAHAH

      A gaja comenta com um nick diferente, responde-se, e chama doentes aos outros!!!

      AHAHAHAHAH

      Tu é que mataste a tua avó.

      De desgosto po seres essa merda que nem puta sabe ser.

      Eliminar
    12. Eu? Marcar contigo??
      Mas pensas que sou algum rebarbado, a marcar merdas da net com putas sebosas?

      Quando quiser apareço ;)

      Vai lá trabalhar, vai.

      Eliminar
    13. Por acaso dei-me bem, nos poucos meses que fui.
      A minha avó morreu de doença.
      Anos antes de eu o fazer.
      Não penses que isso me atinge...

      Eliminar
    14. Não apareces não, tu nem o meu nome verdadeiro sabes querida, pois eu não dei a ninguém na net nem a ninguém que conheci na net... E cuidado, as informações a meu respeito... posso ser eu a escolher quem as envia

      Eliminar
    15. Lógico que foi antes, Deus é previdente, ela no fundo sabia a tua queda.


      Por isso estás sempre a justificar que a morte da tua avó nada teve a ver com a putaria. É porque não te atinge, lógico.

      Tanto dinheiro que dizes que gastaram na tua formação, para seres só isso...

      Eliminar
    16. Tenho aqui umas letrinhas para ti:

      MSS

      (eu nunca ligo às informações que me chegam, senão não fazia mais nada na vida que não fosse lê-las)

      Eliminar
    17. A Poesia alimenta-me deixou um novo comentário na mensagem "Diz que diz":

      anda, vá, anda, eu nem eu casa estou mas anda lá

      Publicar um comentário.

      Cancelar subscrição para comentários nesta mensagem.

      Publicada por A Poesia alimenta-me em Em jeito de memória a 1 de abril de 2016 às 14:28

      Eliminar
    18. ai caraças... eu não digo? Puro desperdício de oxigénio.

      Eliminar
    19. "Poesia, isto é comigo,"

      :'D

      Eliminar
    20. :) E depois quer que uma gaja não se inspire com cousas como esta...
      Como se fosse possível.

      Eliminar
    21. Este diálogos "me, myself & I" salvo seja, são pérolas.

      Eliminar
    22. ahahahahahah Mirone, tal como escrever, apagar ou editar e reeditar ou lá que merda ela faz com aquele amontoado de letras, é um clássico :)))

      Eliminar
    23. ´Tão a gaja já foi?

      Logo agora que isto estava a ficar giro, a trocarmos saberes e knowledge e tal.
      Uma pena.

      Eliminar
    24. Faz parte do mistério. Cala-te e espera.

      Eliminar
  7. Filipa, olha para o teu blog, concursos, movimentos, quantas frases escreves sem te referires, indirectamente a um comentário meu? Dão-me sono...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então dorme, lesma. Enquanto dormias não chagavas o pessoal, não era uma boa?

      Dorme. Faz de morta, deita e rebola, vá.

      Eliminar
    2. Tadinha...

      Tá com xono, bebé, tá?

      Ohhh...

      E eu tenho culpa que as pessoas te achem tão ridícula que alinhem em qualquer merda?
      Não tenho.
      Também não tenho ninguém que lá vá dizer bem de ti, imagina.
      Nenhuma amiga tua, nenhum cliente, enfim, todo um vazio de quem poderia eventualmente estar solidário com esse teu problema.
      Até faz eco, o silêncio.





      Ora ouve.











      Mas com som, han?





      Vá, agora é que podes ouvir.














      nop. Népia. Ninguém.












      (se lá tivesse um pila e uma nota de vinte -ninguém dá mais por isso- já não te dava sono, pois não? ;)

      Eliminar
    3. Não admitiria que ninguém me defendesse, eu sei defender-me não sou como tu.

      Eliminar
    4. Tens mesmo de comer menos queijo.

      Ou bem que achas que eu sei defender-me e não preciso da Isa -como já cá viste dizer- ou bem que achas que não sei.

      Em que ficamos hoje?, é a tua última palavra?

      Essa incongruência toda só corrobora a opinião geral e a nossa em particular.

      Eliminar
    5. Mas precisas de concursos, de me citar em cada comentário... ahahahah

      Eliminar
    6. Lá nas 356 vezes que tiraste o mesmo curso, não aprendeste a ler?

      Já te expliquei como dependo de ti para que o meu blog vingue.
      Antes de ti o meu blog quase não existia.

      És o meu blogo-farol.


      Infiro que com esse comentário, te apeteça que afinal NÃO preciso que ninguém me defenda, ao contrário do que anteriormente afirmaste.

      Isso de passares a vida a contradizeres-te é coisa para cansar, credo.

      Eliminar
  8. Filipa, a minha pediu-me para nunca a referir no blog e assim o faço, salvo alguns posts. Como te disse ontem num comentário que não publicaste, muito te incomoda o facto de o meu pai ter Audi, ter casas, ou não na praia e o facto de eu ser feliz no amor... Garanto-te que o mais importante e sério da minha vida nunca esteve na internet, logo, jamais o saberás...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Tipo, o teu numero da segurança social...?

      Eliminar
    2. A tua mãe pede-te é distância, pá.
      Quem é que se quer ver associada a uma coisa como tu? Nem os gajos que pagaram para te comer, deixa-te lá de histórias de encantar, desce mas é à terra, já tens idade para isso.

      O que me incomoda é este frio, pá. És só uma coisa que me diverte gozar, só isso. Uma coisa obesa, mas ainda assim, uma coisa.

      No meu blog só entram Mulheres. A merda fica à porta, na sola do sapato que teve a infelicidade de a pisar.
      Não insistas que não vais conseguir entrar.

      Eliminar
  9. Mal sabes tu que a minha mãe, Filipa, comenta o teu blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Numa clara opção pelo bom gosto.

      Eliminar
    2. Só prova que tem bom gosto e bate a filha, mas assim a largos pontos, no que diz respeito à boa educação.

      Os únicos comentários de merda são todos teus. Ainda te vou oferecer uma taça.

      E que ela não me interprete mal, respeito-a imenso: se eu tivesse cagado uma merda como tu, também a largava no primeiro esgoto.

      Eliminar
    3. Tal como eu respeito a mãe da Isa, cagou aquela merda loura, e agora entrou em demência...

      Eliminar
    4. ahahahahahahahahah!

      Os argumentos de um rato de esgoto, realmente, andam sempre à volta do mesmo...

      Gaja, se tu fores assim tão original na tua profissão principal, tás aqui tás sem clietela.

      Eliminar
  10. vou trabalhar que se faz tarde, beijinhos de fel às duas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trabalhar essa personalidade é que 'tá quieto, não é, minha vaca estúpida?

      Mas lá está, no teu caso percebe-se.
      Isso seria pro bono e não teria qualquer retorno financeiro.
      E nós bem sabemos que tudo o que tu fazes tem de ser a pagar...

      Eliminar
    2. Ui.

      Com esse comentário "tua?" arrasaste com qualquer argumento que eventualmente ele pudesse ter.

      Aposto que nem sabe onde é que se há-de meter.
      Viva a sociologia
      E o esteticismo
      e as explicações
      e o putedo.

      Eliminar
    3. (isto vai ser tão giro)


      Grassa, então andaste a ameaçar aqui a insana "de morte", pá??

      Eliminar
    4. E depois cagaste-te de medo?

      Ela assim não sei se não levará mais caro...

      Eliminar
    5. E atenção que ela "tem a tua cara", gajo. Tu, em querendo, só tens uma galeria de fotos mais ou menos indicativas de como não se fotografar uma mama, um rabo e por aí. Ao quilo. Tens aqui uma gaja ao quilo, por assim dizer.

      Eliminar
    6. Cara é coisa que ela não tem e não é nem nunca foi, minhas caras...

      E Filipa, contra factos não há argumentos. Ela tem toda a razão. Não é a minha vaca estúpida. É a vaca estúpida de alguém que gosta de coisas usadas e com defeito.

      Eliminar
    7. Estive a pôr esta corrente de comentários em dia... e adorei como ela ali em cima menciona que eu me acobardei. E em como nós não temos a cara dela para a identificar. Como se não soubéssemos que ela trabalha em Colares (essa terra gigantesca) e tem aquela tatuagem (que deve significar "puta" em japonês) junto à clavícula.

      Eliminar
    8. Grassa com cara, tem lá tento, pá. Atão?!
      Os clientes não são práqui chamados. Quando alguém se predispõe a aceitar de um tudo, o um tudo não tem culpa nenhuma. A zoofilia existe, é um facto, alguém tinha que dar conta desse recado.

      Eliminar
    9. E não é "com defeito", mas sim "por defeito".

      Eliminar
    10. Achas que aquilo é "puta" em japonês..?

      Hum... sei não.

      Eu voto em " eu amo papai".


      Eliminar
    11. Chamas-lhe zoofilia, mas no meu tempo tratávamos das vacas loucas de outra forma...

      Eliminar
    12. Hoje damos-lhes corda pra se enforcarem por si. Muito mais higiénico.

      Eliminar
    13. Não precisas de cordas nem de qualquer outro tipo de equipamento.

      Li em qualquer lado que as vacas sabem subir escadas, mas não conseguem descer. É só ir lá e dar-lhe um empurrão na altura certa.

      Eliminar
    14. Ora lá está! Vai-se a ver que foi assim que esta se aleijou na anca.

      Eliminar
  11. A Poesia alimenta-me3 de março de 2016 às 13:44
    Continua a escrever como te sai, só assim é genuíno.

    Responder

    Pink Poison3 de março de 2016 às 13:47
    Sempre escrevi , assim, em cima do joelho, como se diz, e é genuíno, sem plágios.

    Responder


    Pá, estou fascinada com esta mocada da gaja.
    Não há por ali nenhum sociólogo que explique esta merda'

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És capaz de tirar mais explicações de 20 garrafas de licôr de merda, tomadas assim de uma vezada só.

      É perguntarmos, que as desgraçadas explicam.

      Eliminar
  12. A Poesia alimenta-me8 de março de 2016 às 14:17
    Passou um mau momento quem não os tem?
    Que se danem os outros, aproveite a sua vida e a habilidade que teve e tem de viver conforme o que pensa. É o que vejo aqui. Cumprimentos

    Responder

    Pink Poison8 de março de 2016 às 14:20
    "poesia" obrigada pelo conselho e análise. Cumprimentos também.


    Aconselha-se e analisa-se.
    O dinheiro que esta gaja não poupa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem precisa de amigos quando se pode criar mais contas?

      Eliminar
    2. Uma gaja que se auto elogia, se auto compreende e se auto cumprimenta, publicamente. Ó delícia, ó fascínio! É um acidente em cadeia, mas sem o horror do sangue. Quero mais! Mais! Mais!

      Eliminar
    3. Cá para mim ela também se auto-prostituía. Fodia-se com o que tivesse à mão (vi algures lá no blog dela que a banana ajuda a relaxar) e depois auto-deixava uma notinha do Monopólio na cueca como marco de mais um cliente satisfeito.

      Eliminar
    4. AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAH!

      Uma notinha de Monopólio na cueca...


      AHAHAHAHAHAHAHAHAH!




      Eliminar
  13. Deixem-me dizer-vos que depois de ler o que práqui vai, só me veio à cabeça isto: https://youtu.be/ul4Yzlqa4Sc
    Bom fim de semana para todos e obrigada por este bocadinho! Hilariante!!!! :D

    ResponderEliminar