quarta-feira, 13 de abril de 2016

APAV III






PP= Pink Poison


39 comentários:

  1. Não sei quem é mais maluco, se o próprio, ou se quem lhe dá ouvidos.

    Se vamos pelos insultos aos familiares, minha cara Isa, cuidado com o telhado que é de vidro.

    ResponderEliminar
  2. Somos todos, naturalmente. Nós só somos mais inteligentes e mais bonitos, como é óbvio.

    Queres explanar isso dos telhados de vidro?

    ResponderEliminar
  3. Não a frase em si e seu significado, que esse tanto eu sei.

    Referia-me à parte em que se aplica a mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda dás conversa a esse gajo?
      Pensava-te mais inteligente, pá.

      O que ele está a querer dizer, sem saber da missa a metade o que por si só já me dá vontade de lhe cuspir nas ventas, é que estás a apontar o dedo, porém fazes o mesmo à pessoa em causa.

      Deve ser outro à cata de promoções.

      Eliminar
    2. Ele está a referir-se a uma situação especifica de há muitas luas atrás, que foi como e onde nos encontramos, na bloga.



      Eliminar
    3. E deduzo isto, porque aos familiares da pessoa em questão, nunca insultei.

      Eliminar
  4. Estou a ficar viciada nos vossos cantinhos, já não passo sem vos vir cuscar.
    Não posso assinar meu nome senão chamas-me plagiadora :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso até ir buscar a minha certidão de nascimento para atestar que Isa há só uma, esta beldade e mais nenhuma.:)

      Eliminar
    2. Podes enviar por mail? ahahahahhah
      Garanto que existe mais uma, moi :)
      E não, não me escondo nas moitas...

      Eliminar
    3. HÃ?!

      ... Não estava preparada pra este golpe... HÁ MAIS ISAS PRÁLEM DE MIM????


      Mando-te mais tarde, que agora tenho que ir à procura do código penal que me permita processar os meus Pais!

      Eliminar
    4. eheheheh
      sem stress, eu também tentei processar os meus pais, não deu em nada. No meu tempo o CP ainda não permitia essas modernices. Começou agora com o filho do Carrilho :P

      Eliminar
    5. Se não começou, devia. Agora a sério.
      Esse homem tem tido uma postura verdadeiramente asquerosa, em relação a tudo. Opino do que leio, naturalmente, que quem está no convento é que sabe o que se passa lá dentro, e do que leio, parece-me um manipulador nato.

      Eliminar
    6. Completamente de acordo. Pelo que li, também o acho mega reles.
      Mas lembrei-me do filhote de cascavel a defender o pai.

      Ass. Isa II

      Eliminar
    7. Se estivermos a falar da mesma cascavel, olha que não defendeu. Trouxe-o à baila no blog dela e em mails, supostamente dele *cof*, nós também, em vários aspectos, mas nenhum ofensivo, e ela simplesmente usa-o ( em mails, supostamente dele *cof*) e ostenta-o como "arma" de defesa e ataque.

      SE estivermos falar da mesma cascavel. Porque, naturalmente, o que não falta neste mundo são cascaveis.

      (Nunca assines Isa II, meu bem, a não ser que tenhas sido nomeada à semelhança de tua Mãe, ou alguém cuja hierarquia seja de acarinhar e respeitar. Tu és Isa, a única. Porque Isas há muitas, mas não há repetições).:)

      Pega lá beijo.

      Eliminar
  5. Isa, tu que "persegues" essa pobre alminha (ainda há de cá vir dizer que não é pobre...) explica-me a razão dela apagar posts... é que assim, a malta perde o fio à meada desta novela, pá!!!! Um aborrecimento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amori ... a Isa não sabe tudo.

      Essa parte da Psiquiatria assusta-me um bocado, saltei logo prá da medicação.

      A outra, a da "perseguição", é como o nome indica: Mania da perseguição. Estava até há pouco a responder-lhe a um mail que ela me enviou, em pretenso nome de senhor seu Pai, de onde concluí, que a sê-lo, ambos precisam que alguém explore arduamente toda a ciência aqui mencionada. E rápido.

      Eliminar
    2. O quê?! O paizinho podre de rico que até tem uma imensa frota de Audis, BMs, Mercedes e de toda a indústria automóvel alemã mandou-te um emílio?! Que orgulho que deve ser, hein?! Não sejas mázinha, mostra, mostra, mostra!!!!

      Eliminar
    3. Calma, opá!

      Ainda estou ali deliciada com aquilo, como se tivesse recebido uma viagem grátis e com estadia grátis, a sei lá... New York, New York.

      Deixa-me lá acarinhar aquilo em 1ª mão, que depois mostro. Prometo.

      Eliminar
    4. Pode ficar para sexta :) Tenho adorado estes fins de semana (que longe de serem comparados a escapadinhas românticas para dar uma ou duas quecas... sabe se lá com quem... ah! É com o a-mor, já me tinha esquecido) têm me trazido tanta animação :)))

      Eliminar
  6. Olha!, agora aparecem os filhos da puta!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahahahaha!

      Aquilo parece o pessoal do Robin Wood. Tudo na moita, escondidinho,e volta e meia vão um par deles cagar à mata, saídos sabe-se lá de onde.
      Ou uma cena do Luis de Matos.

      Eliminar
  7. Mas tu queres mesmo que te lembre a cena do teu telhado de vidro?
    Olha que é hardcore.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E desde quando é que isso te, ou me parou?
      Força nisso. Com copy paste e tudo, vá lá.

      (Não me obrigues a ir eu à procura dessa treta, sff)

      Eliminar
  8. Mas eu lá ia encontrar a coisa, nem me lembro do blogue onde se passou, mas lembro-me do episódio em traços gerais, foi assim.
    Tinha eu visitado blogues pela primeira vez, uma meia dúzia, de teor político se bem me recordo, e não sei como fui parar a um blogue deveras estranho, onde na caixa de comentários algumas comentadores estavam com uma conversa deste género :
    - vaca és tu, ouviste?
    -vaca eu? Posso ser uma cabra, mas vaca nunca, vacas são vocês...

    Era esta troca de mimos, e até me lembro que foi aí que vi a Pepita a cacarejar furiosamente pela primeira vez, e até me lembro dos meus pensamentos, cum caraças, nunca tinha visto uma cabra a cacarejar.

    Pareceu-me tão estranho aquelas fulanas a defenderem-se cabras em deterimento das vacas, que deixei lá um comentário, singelo, que me pareceu apropriado ao momento, minhas caras, que interessa se são cabras ou vacas, no fundo são todas umas putas.

    O que eu fui dizer...

    Apareceu a Isa, vinda sabe-se lá de onde, e ela que nunca insultou os parentes de ninguém, vai e diz:
    - puta é a tua mãe.

    E foi daqui que eu tirei a ideia do teu telhado de vidro no que diz respeito aos insultos a parentes.

    Ora desmente-me.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahahahaha! Tão estúpido jasus.. bem te digo - há ANOS! - que tens que deixar de fumar manjericão, pá.

      Primeiro, conheceste a Filipa no meu blog. A mim, conheceste no blog daquele gajo, que andava a arrastar a asa àquela moça que parece que punha muita gente de 4, pela net fora. Como é que se chamava o blog, é do que estou à procura. Depois, não disse - seguramente - que "puta é a tua mãe" que para isso tinhas que me ter chamado isso, e tu não és disso. Não senhores. O dono do blog fez um post sobre cabras, a la Esopo, e eu lá estava lalala, a perceber que aquilo tinha uma 2ª intenção, mas sem perceber qual. Apareceste tu, ressabiado com uma merda qualquer e começaste ali a dizer as merdas do costume, até que interagimos. E tu mandaste com uma cena que nã ma lembra - mas estou à procura - e eu disse que cabra era a tua prima, ou algo assim, que é o que se costuma dizer quando nos estão a foder a marmita e uma pessoa nem percebe o porquê. E pronto, foi assim que nos conhecemos, com esse amor todo, tanto que eu sei lá. Como és um estúpido, não te calas com essa treta, pese embora teres percebido perfeitamente o que eu disse e o que quis dizer.

      Se fosses é masé pró caralho, foda-se mais à minha vida que só me saem deslembrados na rifa.

      Qual era o nome do blog do outro, opá?! Vê lá se pelo menod disso te lembras em condições, anão tenho que ir ver comentário por comentário.

      Eliminar
    2. Tira o "d" dali de cima que está a mais, e mete-o onde te der jeito. Em troca dá-me um "c", sff, pra pôr ali à frente de onde diz "anão", de forma a que fique "canão".

      O Anão não é práqui chamado, e por falar dele, nunca mais o vi.

      Eliminar
    3. Ah! Espera, que nem li o que escreveste em condições. Quer-se dizer, lá a ver: Tu aparecias de nenhures, e chamavas-nos de putas, e depois estranhavas imenso que te dissessem "puta é a tua mãe", ou algo assim - que é outra expressão tão válida quanto "cabra é a tua prima". E isso, ainda que se tivesse passado assim, para ti, seu estúpido, é igualzinho ao que se passa no momento. É isso?

      Havia era de te ter mandado pra mais sítios e mais inusitados, a ver se pelo menos, ias mesmo.

      Eliminar
    4. Olha vai mas é para o caralho com as putas das tuas histórias e com a merda da mania de chamares a Filipa para conversas de ir ao cu.
      Eu quando quiser chamar nomes aos outros, chamo e não preciso de nenhum bardamerdas me venha dizer que apontou o dia e a hora.
      Depois se chamo, cá tenho os meua motivos e quando há motivos, não há telhados não sei do quê mais o caralho ta foda.

      Se há coisa que me enerva a tripa é um gajo metido en tricas femininas.
      Deixa de ser roto, pá.
      Vai ver um futebol, beber uma mine e coçar uns tomates.
      Os teus, não estejas já para aí todo guloso.

      Eliminar
    5. ahahahahahahahahahahahahah!

      Filipa a desancar no Junkie Jones desde prái 1914, e o gajo sempre a insistir. Parece o piolhoso, caraças.


      Olha lá, Janado, era o Salvador. E fechou o blog. Uma pena, que eu gostava bastante do Salvador.

      Eliminar
    6. "Os teus, não estejas já para aí todo guloso."

      ahahahahaaaaahahahahahahahaha! Carago... podia-se fazer um filme com as últimas caixas de comentários deste espacinho.

      Eliminar
  9. Olha-me estas, tanta comoção, a Isa que parece que sabe melhor que eu o que faço e como faço, vá-se ver até sabe com que mão limpo o cu. Também é verdade que de certa forma há tantas realidades como pontos de vista e por isso não vou discutir onde e como foi dito, mas estás a ver, lá estás tu a chamar terceiros à conversa, no teu estilo, típico de quem insulta os parentes dos interlocutores.

    Ora eu enervo a Pepita porque diz que me meto em tricas de gajas, muito bem, e quando te enervas ficas assim, uma ordinária. Minha cara, eu não me meto em tricas de gajas, para mim é gente, e é nessa tua forma de ver as coisas que assumes o teu lado galináceo. De resto até gosto de ti pá, e se quiseres que te vá ao cú, tu diz pá, e deixa-te de indirectas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei isso da mão, mas sei onde tens a cabeça, que é exactamente no cu, e para isso nem era preciso conhecer-te um pentelho que fosse, bastava ler o que escreves.
      E para perceberes claramente quais os meus estilos, passo a explicar que
      . Estilo 1 - aquele onde me reporto a uma situação, assim como me lembro dela ter acontecido, quando envolvia terceiros.
      .Estilo 2 - aquele que em que te mando prá puta que te pariu, assim sem mais delongas e só porque sim, que já ando farta das tuas merdas e porque hoje é dia de limpezas. Portanto: Puta que te pariu. Deste estilo, tenho mais. É só pedires que eu, este amor que sou, não empresto, eu dou.

      Eliminar
    2. Ah! Espera aí que há mais. Sobre o ires ao cu a alguém, méne, há uma expressão girissima que aprendi há beca e que é: vai apanhar de revirão. Adorei, porque assim escuso de incomodar os filingues de quem se arma em merdas e pensa que pode dizer o que lhe apetece a quem lhe apetece, sem que os familiares sejam incomodados. De revirão, não esqueças. E agora baza daqui.

      Eliminar
  10. Ui foda-se, se tu ficas assim, até estou com medo que a Pepita responda... Calma pá, isto é lúdico. :-)

    ResponderEliminar
  11. Lúdico é o caralho que ta foda. Baza é masé.

    ResponderEliminar
  12. Posso acrescentar só mais uma coisinha antes de bazar?

    ResponderEliminar
  13. Mas eu vou acrescentar na mesma, lembras quando ali atrás avisei que ia ser hardcore?
    Tens que admitir que foi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso, porque isto foi só paneleiro. Como tu.

      Hardcore é todo um outro mundo.

      Eliminar