9 de fevereiro de 2016

Post - sugestão ao nick "Trejeito"( "eu" e outras originalidades assim),

que continuam a perder tempo e a desperdiçar o resquício de neurónios ainda residentes, em  comentários que denotam exactamente isso, entre os publicados e os não publicados.  

Ó a quantidade de ideias bem mais proveitosas que aqui a nina tem a sugerir:





Para depois pores no teu portal "Clube de Fãs". 
Hum..?
Quem é 'miga?


Cá jinho, vá.


30 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Volta mais logo, Filipa, que agora estou de saída, e assim, se voltares, a gente pode discutir a minha fantástica pose ali no comentário do "Uma das maravilhas do mundo virtual", que é mesmo ( ainda estou a falar da minha foto), assim como podemos discutir a invasão de propriedade, apropriação óbviamente ilegítima da mesma, e outras coisas que as putas desocupadas e aleijadinhas (também) das ideias, volta e meia gostam de fazer para chamar atenções, até voltarem para o buraco delas.


    Descadeirada (aka pinkonaça), essa é boa, mas tenho muito melhor.
    E vestida.

    ResponderEliminar
  3. Ouve lá, ó "Uma das maravilhas do mundo virtual", sabes que a utilização não autorizada de fotos onde as pessoas são identificáveis e sem a autorização das mesmas, é crime, não sabes, ó sabona?

    Calhando íamos ao teu blog e usávamos as fotos das tuas mamas para ilustrar uns posts que tenho aqui em mente sobre como esfregar tachos com dois esfregões velhos e gastos, o que dizes?, não era uma ideia tão boa?

    ResponderEliminar
  4. Vai lá então que eu espero.
    De caminho vê se arranjas um manual de ancas.
    De como as meter no sítio, da melhor maneira possível.

    ResponderEliminar
  5. God girl.

    As fotos lá da sua amiga -imaginemos assim- também estão publicas, porém em dizendo que são propriedade dela, não as podemos usar sem que a mesma diga que sim, que pode ser. Caso as reivindique, tenho de as apagar.
    Mas repare que ela tem um advogado que não sei quê e não sei que mais, não lhe vou estar aqui a dar aulas de direito, afinal não passo de uma mera cabeleireira, pouco sei de quase nada.

    A Isa não precisa que ninguém a defenda, tal como eu também não.
    Sucede que há coisas que me fervem a úlcera e a loucura é só uma delas.
    Cada uma no seu sítio e tudo corre pelo melhor.

    Vá, adeus e até uma não próxima.

    ResponderEliminar
  6. Ataque de nervos, diz a tonta. Imagine-se, eu, fantástica, a ter um ataque de nervos à conta de crimes alheios.

    Palonça, a ver se nos entendemos: podemos usar fotos que estão na net, desde que identificadas. Se a pessoa não o permitir, retira-se e pronto. O que não é de maneira nenhuma o mesmo que usar-se uma foto com um nick, à qual a pessoa da foto é absolutamente estranha, atribuindo-se a essa pessoa postas de pescada que não lhe pertencem. Como foi o caso.

    O desperdício de oxigénio em determinados humanos, é absolutamente atroz, caralho.

    ResponderEliminar

  7. :)

    Um pra mim, e o resto da caixa pra ti. Vale?

    ResponderEliminar

  8. Comezinha, não entra aqui mais nenhum comentário teu, que só dizes e fazes merda.

    Apetece-me esclarecer, todavia, que se a tua amiga (digamos assim), foi mencionada neste blog, deveu-se às suas próprias acções, nojentas, baixas, vis, quando mencionou familiares de outrém, em comentários completamente desprovidos do menor sentido de conduta. Quando linkou no blog "dela" (digamos assim), ameaças explícitas contra a integridade física de outras pessoas, e, por fim, quando deixou perceber a extrema necessidade de atenção de que padece.

    Quanto à minha foto, saiu do Google + e não do face. Google+ onde fui buscar
    eu também a info que pus no post que lhe dediquei, sendo que no entanto identifiquei o bicho. Retirei-a, porque o bicho assim o pediu, quase à beira de uma apoplexia.
    Crime, mas mesmo à séria, seria se eu escrevesse em nome do bicho, coisa que não fiz.

    De resto, podes aparecer quando quiseres, que ficas em spam, no cantinho onde pertences, de onde sairás directamente para o lixo cibernético, onde te moves.



    ResponderEliminar
  9. Ehehe comentários moderados, a maravilha do mundo virtual, nem eu me lembrei dessa merda, foda-se.... Justificações sobre fotos e o caralho...
    Aposto que de tanta emoção, a Pepita deve ter posto ovo com 2 gemas...
    A Isa incomodada, lol, impagável... Finalmente há festa!
    Até me esqueci do post propriamente dito... Olha lá, a cabeleireira é aquela tua amiga? Se for, pergunta-lhe se faz penteados masculinos...

    Essa gaja maravilhosa é aquela outra pink poison? Que cena fixe...

    Vá, continuem, não se incomodem comigo...

    ResponderEliminar
  10. É pra que vejas, gajo, quem me viu e quem me vê. Antes entrava tudo e depois ia tudo pró caralho, em filinha pirilau. Era um mimo.
    Hoje falta-me a paciência, tenho a tolerância a níveis vergonhosos -talvez a idade, talvez a estupidez alheia, talvez as duas coisas, sei lá - gente intelectualmente desfavorecida faz-me mais confusão hoje, que ontem.

    É sempre a mesma pessoa, que se multiplica em nicks e amigos imaginários. Se se pára de lhe dar atenção, ela magoa, e lá vai de saltitar, de dedinho no ar, ó que estou aqui, falem de mim.
    Agora diz-me cá se não sou uma fofa, se não era muito mais interessante e original, para quem mostra as mamas, mostrar aquela variedade artística de penteados pentilhescos, ao invés dos desequilíbrios patentes e latentes. Hum? Era pois. Eu cá acho.
    Parva e mal agradecida, ainda por cima.

    Ps: Não sei quem é o hair stylist, mas merece um prémio.

    ResponderEliminar
  11. E eu sou, por um acaso, o teu guia turístico porno..?

    (Para além de que, primeiro, tinhas que definir "mamas").

    ResponderEliminar
  12. E desde quando são umas mamas pornografia? Que mania de achar que um gajo só pensa em pornografia.

    ResponderEliminar

  13. As minhas desculpas, pá. Precipitei-me e generalizei.

    Há por aí muito gajo que visita páginas com displays de mamas, com o intuito único de ....

    De ....

    Ai, de....

    Ajuda-me, que agora faltam-me as palavras.






    ResponderEliminar
  14. Sei lá.
    Há sites com displays de mamas? As coisas que tu sabes.
    Por alguma razão os homens acham que mamas são algo belo. Talvez por acharem que mulheres com mamas maiores poderiam amamentar melhor a sua descendência. Mas não vejo pornografia nisso.

    ResponderEliminar
  15. Se calhar havia de ter referido as outras partes da anatomia feminina que também estão em display, e assim situavas-te logo. My mistake. Again. Acontece que o assunto eram mamas (ó, que inusitado), convencida que uma coisa, inevitavelmente, sugeriria outra, passou-se-me estar a ter esta desconversa com um méne.

    Bom. Há. Muitos. Sobretudo "tumbrls". Também os há com e sobre a anatomia masculina, sendo estes últimos, maioritariamente (pelo menos os que vi), de orientação homossexual. Acho que devias visitar estes últimos também.

    Pornografia é também muito subjectiva. Há a assumida, e a que se torna nisso, por vias ora da pessoa fotografada não ter jeito nem tendência pra mais nada, ora por vias do cérebro a que os olhos que a veem, pertence.


    Mamas são algo de belo mesmo.
    E eu posso achar um pénis digno de comparação à Capela Sistina, sem que, quando veja um homem, o meu primeiro olhar vá parar invariavelmente ao que tem entre pernas, no sentido de avaliar se é portador do suficiente pra me dar descendência.Porque à partida até será (com mais ou menos esforço). Mas temos ser que considerar a qualidade da descendência, né?
    E por e para isso, espero que ele fale.







    ResponderEliminar
  16. É verdade sim senhora, os gajos agem mais por instinto, as gajas, talvez por instinto, não são tanto assim, como se pode ver bem na comparação que fazes de um pénis à capela sistina. Percebeste? Os gajos, mamas, amamentar. As gajas, pénis, capela sistina.
    Quanto a essas cenas que vés nesses sites, são a oferta que existe para uma determinada procura, só não percebi porque os procuras. Hã?

    ResponderEliminar
  17. Percebo pois. Percebo, por exemplo, que isso do instinto justifica uma data de merdas, e que mesmo sendo - no teu ponto de vista - ambas as comparações "institivas"numa delas, as acções decorrentes, divergem completamente de outra.

    Mamas, amamentar = uau!uau! uau! uau! uau! uau! ( não esperes mais de mim que só sei mesmo dizer isto, aliás, nem preciso de mais mada, espero que tu também não) uau!
    pénis, capela sistina = ó que lindo e tal, e agora lá a ver se mereces que fique para a apreciar condignamente, passemos por tal, ao cérebro disso tudo.

    Acho que é mais uma questão de expectativas, portanto. Nós tendemos a fasquias mais altas, resumindo.


    Procuro por fotografia, meu bem. Há imagens bem bonitas em todos eles e de ambos os géneros.

    ResponderEliminar
  18. Adenda:

    Percebi agora (talvez) o que querias dizer com aquilo do instinto no homem e mulher.

    Homem, predador, mulher, emoção. É isso? É que se é, continuamos a não adiantar nada a nada, se bem que até nem estejamos aqui pra isso.

    Ainda assim, pergunto: porquê que o homem ficou ali naquele instinto de há 400 mil colhões de anos. Hum?

    Faço desta pergunta o meu objectivo de vida, eu.
    (O que é bastante triste, diga-se de passagem).

    ResponderEliminar
  19. Isto de ter lá a cena de moderar comentários é uma merda. Acho que eliminei o teu sem querer, que dizia assim:


    "Mim trazan tu jane, é assim o gajo.
    A gaja é mais, mim jane, a portadora do cálice da vida, também conhecido por cona, que tu trazan anseias, por motivos que não percebo bem, mas pelo que pagarás um preço bem alto.
    No fundo é isto que querias dizer, não é? É pois."




    Respondendo, e dentro das limitações patentes: pá, sim. Enfim.

    Perguntando, e sem expectativa de esclarecimento de jeito: como "preço alto"?

    (já nem sei se eliminei aquilo sem querer, ou se foi o instinto).














    ResponderEliminar
  20. Estranho em ti essa cena de censurar os comentários, e ainda mais que lhes chames moderar, enfim, faz lembrar tempos de outra senhora, mas adiante, preço alto sim, do género de querer trocar a bimbi que tem, pelo novo modelo da bimbi, e isto para mencionar somente aquele tipo de coisas terra a terra, mas que podem ditar um jejum de cálice da vida, até que lá venha o novo modelo da bimbi.
    E podia dar milhões de exemplos bem diferentes, mas achei este pertinente porque mostra como se pode usar algo de tão importante como o sistema reprodutor para conseguir algo tão menor. É isso é típico dos pequenos, não é? É pois.

    ResponderEliminar

  21. E estranhas muito bem. Sou bem capaz de repôr a normalidade nesta coisa, assim que recuperar paciência pra aturar comentários equivalentes a bojardas de pitas de 12 anos.
    Estou habituada a ser insultada com mais primor, como bem sabes.


    O resto ... bem. "Pequeno", está para o assunto como "sério" está para um político.







    ResponderEliminar