terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Já que o melhor do meu 2015 parece que ficou adiado para 2016


Pergunto-me, fazendo minhas ânsias e expectativas alheias, no sentido de uma blogosfera  prolífera em gente feliz (e porque pretendo um ano em cheio, sem ler cá os "ai que dói tudo, que feias, que más, que péssimas, que horríveis, que ignorantes, que nojo, leiam é um livro qu'isso vos passa e deixem lá isto de eu ser uma beca D. maria, suas horrorosas, que isto é qué  'bem', e bom, e berço,  e  Zzzzzzzzz.... brandy.....zzzzzzzzz.... lamborghinis...zzzz.... Joyce...")

Será que em 2016, o Pipoco, finalmente (... eurhh ... como dizer...)
  
- Foderá..? 

- Alguém..?





4 comentários:

  1. Pelo sim, pelo não, acender-lhe-ei uma vela vermelha, que é a côr da paixão.

    Depois, só tem que ser de noite e faltar a luz.

    ResponderEliminar
  2. Faltou o "que gordas".

    Esse interesse pela reprodução da comida de cinema vem d'onde?

    ResponderEliminar
  3. É um fascínio antigo. Só agora desenvolvido, derivado do óbvio excesso de tempo de que disponho para me debruçar sobre miudezas afins.
    Também pode ser só resultado da imensurável frustração que sinto, pelo modo cruel e indiferente com que Johnny Depp teima em me tratar, não respondendo aos meus mails e telefonemas. ( Já o Banderas me fez o mesmo). Não sei. Tenho o meu psiquiatra a tratar disso, a ver se vislumbra o verdadeiro porquê, e depois me trata.



    "Reprodução de comida de cinema". Delícia.

    ResponderEliminar